domingo, 7 de fevereiro de 2010

Notícias de uma doutoranda

(Original escrito em 03/08/08)

Alguns amigos me perguntam o porquê da ausência no blog. Não é intencional, mas sintoma de uma tentativa de concluir uma etapa importante de minha vida. É hora de ser firme no propósito de terminar meu doutorado até o fim deste ano. Fechar um ciclo para que outros possam se iniciar. Pesquisar é um prazer e uma paixão – se não fosse, não seria uma escolha. Mas também é árduo. Também é inquietante. Dá vontade de parar e escrever no blog, e dançar, e ver um filme, e comer um bombom, e ligar para uma amiga. Não que eu não faça tudo isso. Mas é momento de fazer mais tese do que tudo isso. Para depois poder fazer mais tudo isso do que tese. É hora de ter foco. De um pouquinho de silêncio. Porque é possível, quando há um objetivo, mesmo para quem ama o movimento e o barulhinho bom.
Aproveito para registrar que estive na Unicamp na última sexta, feriado em Bauru. Eu estava com muita saudade de lá... Desde que acabaram minhas aulas (resta a tese) e trabalho em Bauru, tenho ido muito pouco para lá. Uma pena. Confesso que quase abracei a Unicamp, aliás, metaforicamente, foi o que eu fiz. Não havia muitos alunos por lá devido às férias, mas alguns leitores nas bibliotecas ou nos banquinhos simbolizavam a vida estudantil. Senti uma enorme vontade de gritar para todo mundo que a Unicamp é simplesmente linda! Será nostalgia? Lembrança de uma época que quase chega ao fim? Caso de “dar valor ao que quase já não se tem”? Ao que está longe? Tudo isso junto e mais um pouco. Lembranças das épocas de aulas em que encontrava amigas e amigos tão queridos! As viagens para lá todas as semanas eram cansativas, mas tão compensadoras. E os pequenos grandes sabores estavam sempre ali, bastando buscá-los: de uma boa aula, uma boa conversa ou um livro recém-lançado ao suco natural (uhmm!!!) da barraquinha da Física! Anos que marcam uma “linda juventude” e já deixam saudade.
Depois da visita à Unicamp e do encontro com o orientador, fomos (eu e Ronaldo) conhecer a Livraria Cultura de Campinas. Divina, três pisos. Eu adoro colocar aqueles fones enormes nos ouvidos e ficar experimentando CDs e mais CDs. Se tivesse uma dessas em minha cidade (ou se eu morasse numa cidade que tivesse uma dessas), eu iria sempre, sempre.
Unicamp, te amo. Você me viu crescer de verdade. Fiz graduação em Bauru e só para o mestrado saí da terra-natal. Com todo amor que posso ter – e tenho – por Bauru, foi o mestrado que me trouxe, não só um diploma, mas a verdadeira descoberta de que o mundo é muito maior.

Érika – doutoranda em fase (quase) final...


Vista da biblioteca central, Unicamp. Seguindo em frente, fica o IA (Instituto de Artes), onde já fiz uma oficina de dança do ventre. Depois, o IEL (Instituto de Estudos da Linguagem), onde estudo. Lá tem um pequeno bosque que parece feito para poetas... Depois, o IFCH (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas que, aliás, deu origem ao IEL) e assim por diante...

Postado no meu blog do UOL em: 03/08/08

Um comentário:

  1. Comentários recebidos:

    [Vivian] [vivsvianna@gmail.com] [pollyanabarbarella.blogspot.com]
    Que lindo isso! Essa sensação é muito boa mesmo! Quando vier a São Paulo, avise para nos encontrarmos. Vai ser gostoso relembrar a época de faculdade em Bauru. Beijos
    31/10/2008 01:19

    [Jocenilson] [jonuefs@gmail.com] [co-lirius.blogspot.com]
    Oi Érika, parabéns pelo comentário lá no blog do meu conterrâneo Caetano Veloso. Foi através dele que cheguei até aqui.Li alguns textos teus e já me encantei, adorei. Não consegui salvar como favorito o teu endereço, mas o anotei na agenda para voltar aqui mais vezes, espero não esquecer a página onde anotei. Parabéns também pelo doutorado, é mais uma colega a contribuir para o bem da educação linguística no Brasil. Abraço.

    04/09/2008 15:33
    [Sue Ellen ] [sueellen.cruz@gmail.com] [sueellencruz.blogspot.com]
    Noossa, Érika! Hoje voltei a Unicamp e senti exatamente isso.. uma vontade de abraçar aquele lugar e poder ficar lá pra sempre!!! Foram os 5 anos que, sem dúvida, os melhores da minha vida! Eo IEL principalmente.. amo mto aquele instituto!!! Estou nostalgica tb..me formando, sabe como é! hehe até mais, Bjos!
    06/08/2008 02:07

    ResponderExcluir