sábado, 8 de maio de 2010

Copa Davis - Chuva e organização melhor no 2º dia

Por Érika de Moraes



2º dia de Copa Davis em Bauru

O sol de sexta deu lugar a um dia com pancadas de chuva, o que atrasou um pouco o início do jogo e provocou duas interrupções. Os tenistas não "amarelaram" diante das águas de São Pedro, mas a quadra, às vezes, requeria uma pausa para regularizar as condições de jogo. Para a torcida, até um pouco melhor segurar o guarda-chuva do que o sol ardido de ontem.
Com os erros de organização do primeiro dia, alguns aprendizados para hoje. Na entrada, uma maquininha para validar o bilhete e, sem muita delonga, a entrega da pulseirinha. Dizia-se que bebidas e alimentos também poderiam ser comprados com dinheiro agora. Mas quem foi prevenido levou discretamente uma garrafinha de água congelada, a fim de evitar a sede de ontem. Uma outra regra também foi mudada: saldo do cartão do dia anterior poderia ser usado hoje, diferente do que foi dito ontem. Ao contrário das regras do torneio esportivo, que são fixas, nos bastidores da Copa Davis algumas normas se modificaram, até para melhor. Não sem um pouco de prejuízo da tentativa e erro.

Ah, sim: mais vitória do Brasil! 3 sets a zero. Com esse resultado, Brasil já está classificado para a repescagem do Grupo Mundial. Por isso, Thomaz Bellucci poderá ser polpado amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário