terça-feira, 31 de julho de 2012

A escolha do voo

Como foi a minha

Estive de olho em ofertas e cheguei à conclusão de que, comprando com antecedência, conseguiria um bom preço pela companhia de minha preferência. 

(Para ficar por dentro de promoções, siga Melhores Destinos no Twitter  @passagensaereas)

Optei pela KLM porque tinha uma experiência muito positiva com ela, por ocasião de meu primeiro voo internacional (aliás, o primeiro da minha vida), quando fiz intercâmbio para a Noruega através do Rotary, em 2009.
São quase 12 horas de voo do Brasil para a Europa. Não precisam ser (e não são!) 12 horas de tortura! Os voos internacionais da KLM proporcionam muitas distrações em classe econômica: inúmeras opções de filmes atualizadíssimos, séries, músicas, jogos... Refeição (jantar na ida e almoço na volta) + lanches + sorvete. Eu curto tudo isso feito criança. Por quê? Porque é a minha maneira de lidar com o avião. Fui abençoada com voos muito tranquilos. Além das energias positivas de todas as pessoas queridas que ficam torcendo pela gente, a KLM me transmite segurança. Sinto-me bem melhor dentro do avião do que naquelas horas de ansiedade que antecedem o voo. Pensando racionalmente, acho muito mais seguro do que as estradas cheias de caminhões.
Na volta, fiz até compras durante o voo (qualquer distração vale a pena, rs), incluindo uma miniatura da KLM. Engraçado o que vem escrito na sacolinha: shop in the air. A coisa assim ganha tanta naturalidade...

Um critério importante para mim é que os voos fossem os mais diretos possíveis. KLM faz voos diretos do Brasil para Holanda. Utilizei o campo de busca "retorno de/para um destino diferente" para comprar a ida para Londres e a volta de Amsterdam. Dessa forma, minha viagem ficou com apenas uma conexão na ida e voo direto na volta. Assim:
IDA = voo São Paulo-Amsterdam + voo Amsterdam-Londres
{Londres-Paris-Munique-Berlin-Amsterdam = viagens locais de trem}
VOLTA = voo direto Amsterdam-São Paulo
 
Veja AQUI que não sou a única a ter uma opinião favorável da KLM.
 
O espaço para as pernas em classe econômica não é lá essas coisas, mas, com as distrações e uns cochilos, dá para levar. Mas é bem mais complicado para pessoas de maior estatura (no voo, eu lembrei do colega Thompson e fiquei imaginando que ele mereceria mais espaço!)
(PS: se você tem/teve medo de avião, pense apenas que coragem é enfrentar os medos... em nome dos sonhos! Toca aqui!)


Veja AQUI mais dicas sobre o planejamento da viagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário