segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Dentro do Coliseu!

Segundo dia em Roma, uma sexta-feira. Meu humor está radiante como o sol de verão italiano!
Nada como uma noite bem dormida. Ótimo café da manhã no hotel e, logo pela manhã, fomos passear.

Neste dia, conheceríamos os três monumentos mais impressionantes de Roma, que nos fazem viajar pelo tempo e pela História: o Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano - ou Colosseum, Palatine Hill, Roman Forum.

Ao chegar ao aeroporto de Fiumicino, havíamos comprado o Roma Pass, que dava direito à entrada nessas atrações e, com isso, economizamos um bom tempo em filas (não necessariamente em Euros).

Primeira parada... Coliseu!

Entrar no Coliseu é um dos momentos mais emocionantes da visita a Roma. Não tem como não se apaixonar por esse monumento tão antigo, ressignificado no decorrer da História. É realmente imponente!

Fica a sensação de que, mesmo se não puder ver tudo que gostaria nesta vida, terá visto algo tão grandioso que já valeu a pena.








Na Electa, livraria do Coliseu, gastei em inglês, italiano e francês.

Depois do Coliseu, seguimos para o Palatino e Fórum Romano, que são monumentos interligados - um dá acesso para o outro. Ruínas e mais ruínas. É tudo tão grande - e parecido, rs - que há um grande risco de rodar em círculos e se perder lá dentro. Mesmo o Ronaldo, que é um GPS em forma de pessoa, precisou ficar bem atento. Eu, por outro lado, me desligo, por saber que o husband GPS vai cuidar da minha localização. Tá, desta vez, o GPS do celular também deu uma forcinha.




Depois dos passeios históricos, seguimos para a feira de artesanato do Campo di Fiori, repleta de macarrões coloridos e outras coisas mais.


Da feira, seguimos para a bela Piazza Navona, onde fica a imponente embaixada brasileira (olha a bandeira verde e amarela ao fundo da fonte!).


A praça abriga três belas fontes e, provavelmente em alusão a elas, há ali uma sorveteria chamada "Gelateria tre fontane". Achei o sorvete mais artesanal, mais gostoso que o da Carapina que provei no dia anterior. A variedade era incrível e me apaixonei pelo de pistache. Sem falar que a vista não era nada mal. Momento para fechar os olhos e relembrar: sabor doce e refrescante em um cenário tipicamente romano.



Seguimos para ver o rio Tevere.

Caminhando um pouco, encontramos cadeados em uma ponte. 
A tradição de Paris se expande... 

E não é que já chegamos perto do Castelo de Sant'Angelo!!!
No domingo, iríamos até ele.

Roma é linda e ensolarada!
As costas ainda doem neste dia, mas melhorando. 

À noite, fomos encontrar um amigo brasileiro que comemoraria seu aniversário em Roma (feliz coincidência) e escolheu como local o Eataly - um lugar diferente, misto de Alameda com Comprando (para bauruense entender). 
Chegar até lá foi uma mini-saga, já que o taxista não conhecia o local (e nós que éramos os turistas...) e deu várias voltas conosco. Até que descemos na estação de trem e entendemos parte do problema: nós avistávamos o local, mas como chegar até ele se os trilhos o separavam de nós? Pedimos informação até para um moço do exército e, por fim, encontramos a plataforma a ser atravessada. No fim, tudo deu certo e cantamos Parabéns para o Roberto. Tanti Auguri a Te!

Texto: Érika de Moraes
Fotos: arquivo pessoal de Érika & Ronaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário