segunda-feira, 8 de setembro de 2014

O primeiro da série "7 looks e 7 cenários parisienses"

Faz de conta que vim de Londres

Não vim de Londres. Da primeira vez que estive em Paris, em 2012, cheguei via Eurostar, com destino a Gare du Nord. Desta vez, porém, vim de Milão, entrando pela Gare de Lyon. Ou seja, ainda não fiz uma entrada glamourosa em Paris pelo aeroporto Charles de Gaulle. Mesmo assim, só pisar em Paris, e os ares da Cidade Luz fazem brilhar o sorrisão.

(Ok, tivemos também que andar pela compriiiida estação com as malas até chegar ao táxi, estava chovendo um pouco. Num certo momento, o passo do Ronaldo foi mais largo que o meu, então, um cara entrou em nosso meio, na fila do táxi. Tempo ruim? Que nada! Já comecei a gastar o meu francês: "Excusez-moi, monsieur, il est mon mari...")

Para o primeiro passeio em Paris, peguei da mala a saia Carmelina que nomeei "com cara de Londres" (também gosto de Londres. Tão "Real"! E tão perto de Paris.). Et voilà! Vamos estreá-la em Paris. Aliás, Reino Unido e França, apesar das diferenças, têm mesmo em comum as cores das bandeiras.

Na verdade, é um short-saia, o que dá boa liberdade de movimento. Preciso de um cintinho para ajustá-la na cintura, então, emprestei o do vestido que virá no look 3. São todas pecinhas do Brasil, só o perfume é francês :)

Os pezinhos - já bolhados na Itália, vão de tênis (aqui e quase todos os dias). No meu caso particular, por mais que haja dicas e mais dicas no quesito sapato, acho que só mesmo algum feito sob medida para tantas andanças.

Mas o look só faz sentido em um cenário!
Então, vamos a Paris.


Esse cantinho de Paris é super especial para mim. É a região da Igreja Madeleine, onde nos hospedamos das duas vezes. Fica meio perto de tudo: da Champs-Élysées, do Sena, só caminhar um pouquinho que já avista a Tour Eiffel. Pertinho dos deliciosos macarons da Fauchon e, só virar para o outro lado, dos Ladurée.


E aí vai um pouco do primeiro dia.

Passeio em Promenade Plantée, jardim suspenso perto da Bastille:
(lembram do filme Antes do Pôr do Sol? Tem cenas lá)




Pausa para um crepe francês...

Sustenta, viu!


Ali pertinho, fica o Marché Beauvau, onde tem Boucherie, Charcuterie e, em frente, uma feirinha com alimentos bacanas, assim:



Logo mais, um café com Amélie Poulain, no Café des 2 Moulins, pertinho do Moulin Rouge.

O Fabuloso Destino de Mme. De Moraes


E visitinha a Sacré-Coeur, que não fica longe dali, local alto que proporciona vistas incríveis de Paris.

Só para constar, o dia havia começado assim:

Há ótimos cafés na região de Madeleine. Tenho uma relação especial com o Berts.

E, à noite, à luz da Cidade-Luz, não resistindo à loja Disney da Champs-Élysées, adotei uma criança.



Esse é o verão de que gosto! Verão para meia-calça e casaquinho, rs! "Jamais" levarei bermuda de novo (como da primeira vez), porque sempre preciso de casaco; e bermuda com casaco fica muito, muito feio. Melhor short ou calça (não é a voz da sabedoria fashion nem uma regra de etiqueta que não possa ser quebrada; apenas o meu espelho falando, rs).

Look do dia 1: short-saia Carmelina; jaqueta Riachuelo; top basiquinho; bolsinha Asus, Nike no pé.

Texto: Érika de Moraes
Fotos: arquivo pessoal de Érika & Ronaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário