sábado, 8 de novembro de 2014

Lago di Como

Perto de Milão (a 1 hora de trem expresso), há uma cidade bucólica com nome de preposição: Como. A principal atração de lá é um imenso lago, que garante um charme todo especial para a pequena città.

Foi o dia em que mais estive perto da minha amiga Gislaine, que mora na Suíça com marido e filhos. Embora estivesse nos planos iniciais, não consegui planejar a parada na Suíça desta vez, com tantos outros troca-trocas. (Saudade, Gi! Mas logo a gente se vê.)

Vamos a Como...

Um lago para admirar

Onde os patos se enfileiram e se tornam cisnes reais

Eu em Como

Meu amor em Como

Vista da cidade

Assim é Como...

Catedral de Como 

O incrível órgão da Catedral

Parte de trás da igreja, com destaque para as abóbadas 

Nosso almoço nem foi tão especial em Como, em parte, porque já estávamos enjoados de Spaguetti al pomodoro. Mas, sem dúvidas, as paisagens se tornaram lembranças memoráveis para nós.

À noite, retornando a Milão, fomos conhecer o famoso bairro Naviglio, onde está o último dos canais artificiais que serviram para o transporte de embarcações no passado. É um bairro bem boêmio, do qual muitos amigos iriam gostar. Neste dia, tomei partido: muito prazer, Naviglio, mas eu sou mais Via Dante.

Naviglio

* * * 
Texto: Érika de Moraes
Fotos: arquivo pessoal de Érika & Ronaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário