quinta-feira, 24 de março de 2016

Minha carta às crianças do Brasil


Queridas crianças,


Escrevo para vocês.

Se ainda for pequena, papai, mamãe, titia ou algum responsável poderá ler para você.
Este mundo está complicado. Tem violência em toda parte. Brigas por política aqui no Brasil, atentados terroristas do outro lado do mundo. Tem mosquito, dengue e zika.
Mas, acalme-se.
Vou dizer por que vai dar tudo certo.
Vai dar certo por causa de VOCÊ. Você pode construir um mundo melhor.
Eu não sou mãe, mas sou titia, professora, amiguinha e tenho uma irmã mais nova. Brinquei com ela de tudo, de boneca a escolinha.
Sou professora dos maiores, dos jovens que já estão na faculdade. Também sou pesquisadora e escrevo alguns textos que poucas pessoas leem, mas sempre que alguém me diz que leu e aprendeu algo, fico muito feliz, porque não escrevo apenas para contar ponto no Lattes (não se preocupe em entender esse Lattes agora, é coisa do mundo dos adultos). Já escrevi sobre desenhos de crianças palestinas, sobre a Mona Lisa e outras coisinhas mais. Agora, é com você que quero conversar.
Tenha muito amor no seu coração porque o amor só traz de volta mais amor. Tente obedecer a seus responsáveis, porque eles querem o seu bem. Mas, se algum dia, papai, mamãe ou vovó gritar com você, pode ser que essa pessoa só esteja precisando de um abraço seu. Eu sei, é difícil de entender. Mas é que alguns adultos, às vezes, brigam com as crianças porque também precisam de amor. Tente fazer um cafuné na mamãe, dê um beijinho na testa do vovô. Eu não sei quem cuida de você, mas diga para essa pessoa que é bom tê-la por perto.
Não deseje a morte, não tenha ódio de ninguém. Você pode pensar diferente de outras pessoas, pode até não gostar de algumas, mas não pode desejar o mal. Não pode, porque todo mundo é um ser humano e merece respeito.
Você pode não gostar das ideias do outro. E é verdade que existem pessoas que praticam o mal, não quero que você seja uma delas. Porque se você, criança, for uma pessoa boa, um dia só teremos pessoas boas no mundo.
Pode ser que alguém já tenha magoado você muito, muito. Eu sei. É difícil entender. Mas saiba que todo mundo comete erros e, infelizmente, alguém pode ter errado com você.
Desejo, sinceramente, que você só tenha pessoas boas e amáveis ao seu lado. Tudo que você precisa nesse momento é de amor, de sorrisos, de alimento, de educação. Tenho alguns conselhos práticos para você.


CONSELHOS DE UMA AMIGA MAIS VELHA...

Estude. Estudar não é uma coisa chata que você deve fazer por obrigação. É algo maravilhoso, que vai abrir muitas portas e janelas pelo mundo. Estudando agora, mais tarde você vai ter mais chances de ter um bom emprego e de realizar sonhos, como viajar, conhecer lugares lindos. Há crianças que terão menos oportunidades do que você, agarre as suas e, se puder, ajude as outras.

Folheie livros de papel. Eu sei que a tecnologia é muito legal (eu mesma estou escrevendo em um tablet), mas não perca o encanto dos livros. Se você ainda não sabe ler, não tem problema. Folheie, invente suas próprias histórias com as figuras. E, quando puder ler, vai ver quanta coisa incrível poderá descobrir!

Tenha um caderno. Não deixe o caderno morrer! Mesmo que sua escola for ultramoderna e você utilizar computador, saiba que os cadernos são mágicos. Podem pular fadas e duendes de dentro deles, tudo depende da sua imaginação. Na voz de um poeta, o caderno faz um pedido a você: "só peço a você um favor, se puder, não me esqueça num canto qualquer". Você pode atender o pedido do caderno!

Treine a letra cursiva. Ela é linda, dá firmeza às mãos e aos pensamentos. Pode ser que alguém tenha dito que a letra manuscrita já não é importante ou necessária por causa do computador. Eu não concordo. Se alguém disser que a letra de mão não é útil, eu rebato: o mundo não precisa só de coisas úteis!

Esse é outro conselho. Duvide de que existe uma real separação entre o útil e o inútil. Não pense que só as coisas práticas e imediatas são importantes. Um exemplo: tomar banho e se alimentar é importante, é útil para a sua saúde. Ter um tempo sozinho ou sozinha, consigo mesmo(a), também é muito importante! É assim que as ideias aparecem, que você fica mais inteligente e criativo.

Deixe a imaginação rolar. Desenhe coisas bonitas e coloridas. Mas, se tiver vontade de desenhar algo triste, desenhe, depois tente conversar com um adulto sobre seu desenho.

Saiba: inteligência é algo valioso. Mas a bondade do coração é ainda mais. Se, em algum momento, precisar escolher, escolha sempre o bem.

Ser "o melhor" da turma ou ter uma boa profissão é bacana. Mas ser honesto e justo é muito mais importante.

Escute o canto dos bem-te-vis. É tão bonito!

Cheire as flores. Faça um leve carinho nelas, elas também são seres vivos. Os animaizinhos de estimação também merecem cuidados (eu não sou muito acostumada com eles porque eu era alérgica e cresci com medinho. Mas jamais pensei algo mau sobre eles!).

Sonhe, de olhos abertos ou fechados. Acredite em todos os seus sonhos. Se tiver um pesadelo à noite, chore, conte para um adulto de sua confiança. Eu te juro que, assim, a dor vai passar.

Observe as pessoas e aprenda em quem pode confiar. Com o tempo, isso vai ficando mais fácil.

Sorria para os adultos, isso amolece o coração deles e deixa o mundo muito mais bonito.

Sabe, as coisas estão tão complicadas, que eu já li até que foi preciso inventar um curso de "desaprincesamento" para meninas. Vou tentar explicar: é que nem sempre a vida garante um final feliz, um encontro com o seu príncipe encantado. É verdade. Tem um ditado que diz: "é melhor estar só do que mal acompanhado". Eu tive sorte de encontrar um bom namorado que se tornou meu marido. Mas, acredite: ninguém merece sua companhia se não trata você com amor e respeito.

Tanto meninas quanto meninos merecem respeito. Não xingue a coleguinha, pense que poderia ser sua irmã. Pense bem no que diz. Quando eu era pequena, olha que brincadeira boba as meninas faziam na escolinha (e eu, bobinha, muitas vezes participava). Xingávamos os meninos assim: "mulherzinha, só falta uma calcinha", sem perceber que estávamos xingando a nós mesmas!!! Só fui notar isso mais tarde.

Depois de esclarecer isso, eu digo que lamento a gente precisar "desaprincesar". Meu pai me contava contos de fadas todas as noites e é uma lembrança tão linda que eu tenho dele! Ele já não está comigo, agora mora no céu. Não sei como é lá, mas imagino que seja como um lindo jardim.

Minha mamãe está por perto e foi ela que me fez lembrar, por esses dias, da música O Caderno. Isso acabou me inspirando este texto.

Eu ainda acho que a vida pode ter magia, sonho, encanto, bondade. Você acha? Se você achar, a resposta é SIM, porque VOCÊ é o futuro.

NÃO PERCA JAMAIS ESSE SABOR DE INFÂNCIA!!!

Sabe esse prazer que um simples galho de árvore pode trazer, se você, transformá-lo, por meio da imaginação, em ferramenta de um grande artista? 

Sabe o cheirinho de fruta saborosa? O pezinho na areia perto da água do mar? 

Sabe o poder de uma folha de papel que pode se transformar em barco ou avião, se você dobrar direitinho? 

Não perca isso. Saiba levar isso para a vida adulta. Você vai entender que as melhores coisas não são compradas com dinheiro. 

Pode ser que nem tudo do que eu disse esteja totalmente certo. Eu sou humana e também posso errar. Mas é de coração. Senti que minha missão deste dia era escrever para você.

Feliz Páscoa. Que o coelhinho traga muita paz e alegria para seu coração.
Um abraço carinhoso,

Érika de Moraes

* * * 

PS: Vou indicar um vídeo para você do Youtube, com a letra da música O Caderno, de Toquinho e Vinicius:


* * * 

4 comentários:

  1. MUITO BONITO O TEXTO =D
    GOSTEI BASTANTE, MINHA MÃE LEU COM A GENTE, EU E MINHA IRMÃ.

    TUDO DE BOM E FELIZ PÁSCOA!!! =D

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Nicolas! Feliz Páscoa para vocês também!

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo Érika!!!!!li p o meu filho,e ele adorou a música!!!bjss Saudades..

    ResponderExcluir