quarta-feira, 5 de março de 2014

Chegada ao Porto - Café Majestic

Nossa viagem a Portugal, sobre a qual venho contando aqui, começou com um fim de semana no Porto (é, contei sobre Lisboa primeiro, cronologicamente ao contrário, deixando as lembranças falarem).

Chegamos ao aeroporto de Lisboa num sábado bem cedinho. Naquele dia, não havia voo direto para o Porto, então optamos pela conexão de trem após o voo da TAP. A viagem de trem foi tranquila e com almoço servido a bordo (bilhetes comprados pelo site Comboios de Portugal - ao comprar com antecedência, tem desconto, inclusive para primeira classe). Por garantia, compramos um horário com tempo de sobra (vá que o voo atrasasse...), por isso esperamos três horas na estação. 

Comboios de Portugal - Lisboa-Porto. O primeiro bacalhau português

Conclusão: esperava aproveitar a tarde no Porto, mas estávamos beemmm cansados (especialmente eu) e a cama confortável do Porto Trindade Hotel chamou-me como um ímã. 
Foi ótimo dormir um pouco!!!! Em vez de eu passear rabugenta e sonolenta, estava super esperta para curtir nossa primeira noite em Portugal, que começa cedo, já que, em fim de outono, escurece antes das seis da tarde. 

Saímos a pé do hotel e logo estávamos diante de uma bela paisagem natalina. Uma linda árvore de Natal iluminava a Praça do Paço do Conselho e aquela primeira noite já começava a fazer valer a viagem!





Só para variar, cada detalhe da primeira paisagem noturna portuguesa que desfilava diante de mim ia enchendo meus olhos e meu coração da intensidade das descobertas das crianças. Fascinei-me com os balanços iluminados por mensagens de natal: SONHO: FAMÍLIA; AMOR; ABRAÇO... tudo em nossa língua, eis o primeiro sentimento de familiaridade. Concorridos, todos os balanços estavam ocupados, mas voltaríamos lá no dia seguinte pela manhã. 

Enquanto apreciávamos a noite no Porto, caminhamos até o Majestic Café que é simplesmente... majestoso! Sua decoração é rica em detalhes e o cardápio bastante variado. 








Encerramos a noite com o doce aí da foto acima, uma rabanada com creme que lembra o do Pastel de Belém (só que mais leve) e com canela.

Retornamos ao hotel para, no dia seguinte, aí sim, acordar bem cedo e aproveitar!

Texto: Érika de Moraes
Fotos: arquivo pessoal de Érika & Ronaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário